Blog

Carreira orgânica: saiba quando mudar de emprego
Aprimorha, Carreira

Carreira orgânica: saiba quando mudar de emprego

Você pode não saber o que significa a expressão “carreira orgânica”, mas com certeza, conhece algum colega de trabalho ou um amigo de infância que seguiu esse caminho. Mas, afinal… o que a caracteriza? A carreira orgânica é aquela em que o profissional muda de cargo ou de uma empresa para a outra, participando de processos seletivos e entrevistas de emprego, mas por indicação de um ex gestor ou ex par. Isso pode acontecer de duas formas, de acordo com o diretor de relacionamento da Aprimorha, Tadeu Ferreira. Entenda!

 

Carreira orgânica por referência

A carreira orgânica pode acontecer através de um superior que, por gostar do trabalho do profissional, o indica para outros cargos e empresas. “Costumo usar o termo ‘profissional filhote de passarinho’. Imagine um funcionário dentro de uma empresa, em que ele cresce e tem um bom relacionamento com o superior. Então, esse chefe é convidado a trabalhar em outra empresa e leva esse profissional junto. E isso pode acontecer várias vezes, como um ciclo”, explica. Porém, de acordo com Tadeu, isso é um risco para o profissional, já que esse superior pode tomar outros rumos na carreira e nem sempre estar presente. “Tem uma hora que esse diretor para de trabalhar ou muda sua expectativa de carreira, se torna empreendedor. Esse ‘filhote de passarinho’ fica sem a referência, sem saber se movimentar sozinho, já que sempre teve alguém que o guiou”, completa.

 

Carreira orgânica por networking

Outra forma recorrente de carreira orgânica é por networking, em que o indivíduo migra de carreira a partir de contatos que fez durante a carreira profissional. Um amigo que indicou. “Nos dois casos, o profissional não está apto a seguir uma carreira de forma inorgânica, em que é necessário enfrentar processos seletivos, passar por entrevistas, buscar vagas, ter resiliência, frustração. Ele não está preparado para receber um feedback negativo”, conta Tadeu.

 

Carreira inorgânica

Essa é a forma mais tradicional de carreira, em que o profissional busca oportunidades em sua área e não depende de superiores ou contatos para o recolocar no mercado. “O profissional se movimenta, busca vagas, faz processos seletivos, sabe como é demorado, como é difícil se recolocar, enquanto a pessoa que segue uma carreira orgânica, tem mais dificuldade de dar passos sozinhos”, finaliza o diretor.

 

Sintomas que indicam que você deve se movimentar profissionalmente:

1)Se você sempre teve uma carreira orgânica e seu líder está próximo da aposentadoria, pensando em parar, tentando se movimentar no mercado ou a empresa está instável;

2)Se sua última mudança de carreira foi há mais de um ano e ocorreu de forma orgânica, também é hora de pensar em se movimentar no mercado;

3)Se você tem uma função de gestão e te passam para um cargo de especialista para um determinado projeto;

4)Se faz seis meses ou mais que seu telefone não toca, sendo que sempre tocou.

 

A Aprimorha possui um método próprio que auxilia os profissionais empregados a fazerem essa transição e entenderem o cenário em que mercado se encontra.

Deixe seu comentário aqui