Blog

De cliente à diretora associada
Carreira, Entrevistas

De cliente à diretora associada

Sonia Pedroni é a mais nova associada da Aprimorha

Depois de atuar durante 40 anos no mercado, dos quais 30 foram dedicados ao segmento de Supply Chain e 10 no Financeiro, Sonia Pedroni mudou o rumo de sua trajetória e se encontrou no universo empreendedor. Anos antes de se tornar associada da Aprimorha, passou por um momento de transição no mercado, em que precisou buscar auxílio de profissionais da área de consultoria de carreira para sua recolocação.

“Eu fui uma das primeiras clientes da Aprimorha. Deu certo, eu me recoloquei no mercado, mas mantive contato com a empresa para desenvolvimento da minha carreira, assessoria e mentoring”, conta Sonia. Durante esse período de aperfeiçoamento, a profissional demonstrou interesse nesse novo universo e, hoje, se associou à empresa. Em entrevista, ela conta como foi essa transição.

 

1)O que te levou a se tornar Diretora associada da Aprimorha?

A Aprimorha é uma empresa séria, profissional e ética, que tem um respeito enorme pelos seus clientes e funcionários e merece a minha admiração e confiança.

2)Qual sua experiência como cliente da empresa? Conte-nos sobre a trajetória até alcançar o cargo.

Como cliente, 4 anos atrás, fui tratada como única, com feedbacks construtivos que me auxiliaram na recolocação. Meu currículo e meu Linkedin foram planejados, obtive suporte nas entrevistas e a busca por vagas me era comunicada diariamente. Me senti respeitada e valorizada. A recolocação foi uma consequência óbvia para o nível de serviço que recebi.

3)Você trabalhou em empresas de médio e grande porte voltada para a área de Compras, Comércio Exterior, S&OP, Gerenciamento de Demanda, entre outras. Como é hoje estar do outro lado?

É um aprendizado valioso, pois é uma forma diferente de interagir com as pessoas. A Assessoria de Carreira e o Outplacement é uma metodologia de trabalho nova e eu estou aprendendo. Depois vem a parte de construir e resgatar relacionamentos. Interagir com pessoas tem sido gratificante.

4)O que da sua carreira como supply chain contribuiu para o seu momento como diretora de uma empresa de consultoria de carreira?

Em minha carreira dentro do Supply Chain e Compras sempre valorizei a parte humana, trabalhar e desenvolver as pessoas, deixar um legado e uma marca por onde passei. Respeitar as pessoas, ouví-las, ajudá-las a crescer sempre fez parte do meu dia a dia. Por isso, a consultoria de carreira me atrai.

5)Hoje, que dica você daria para quem quer iniciar uma carreira dentro de uma empresa? E para quem quer empreender?

Estudar é sempre muito importante. Se desenvolver tecnicamente, mas estudar também os comportamentos no mundo corporativo. Existe um ambiente político dentro das empresas e as pessoas precisam se adaptar, não necessariamente se transformar, mas é preciso saber lidar. E colocar muito esforço e dedicação. Estar disponível e antenado em tudo que acontece e continuar a estudar, sempre.

6)O que você identifica como oportunidade e fraqueza do mercado atual?

O mercado atual está se aquecendo e vai abrir oportunidades para quem busca se recolocar ou se movimentar. Os profissionais precisam estar preparados para negociar com as empresas, pois é um momento de oferta maior que demanda. A Aprimorha pode auxiliar e assessorar os profissionais nesta nova fase que o mercado está começando a viver.

Deixe seu comentário aqui