Blog

Foco e produtividade no trabalho
Aprimorha, Comportamento

Foco e produtividade no trabalho

Tecnologia, comunicação, informação. As principais características do cenário atual da sociedade são responsáveis pela dinâmica na rotina e, ao mesmo tempo, pela queda na produtividade dentro das empresas. Isso porque os estímulos externos chegam a todo instante, seja por uma mensagem no WhatsApp, por uma notificação no Facebook ou, até mesmo, um novo post no LinkedIn. E mesmo que todas essas informações sejam relacionadas ao trabalho, elas acabam por interromper atividades. O desafio é lidar com esses estímulos e usá-los a seu favor para não perder o foco. A Aprimorha auxilia, a partir de suas sessões de mentoria de carreira, métodos que contribuem para manter a produtividade. Anote três dicas para começar!

1) Comande seus e-mails

Se você é daqueles que vê uma notificação de e-mail e corre para abrir, você está, muito provavelmente, trabalhando no projeto de outras pessoas e não no seu. Checar a todo instante a caixa de entrada, pode parecer uma forma efetiva de não deixar acumular mensagens, mas a constante interrupção e falta de atenção que isso provoca pode ter exatamente o efeito contrário. O ideal é deixar tempo e horário estabelecidos, como logo ao chegar ao trabalho, no fim do dia ou entre tarefas que requerem concentração. Dica: desabilite o alarme de novas mensagens para não se coçar para acessar!

 

2)Planeje-se

O primeiro passo em busca de um objetivo, é conhecê-lo por completo. Estudos indicam a eficácia de se escrever no papel, aquilo que deseja alcançar, com detalhes e expectativas. Por exemplo, se você está pretende comprar uma casa, já parou para se imaginar dentro desse lugar, as cores das paredes, a disposição de cômodos e móveis, o jardim? E não é só uma questão de atrair pensamentos. Mas, quando você se imagina exatamente onde gostaria de estar, você gasta energia, tempo e ideias de como fazer isso se tornar real.

No trabalho, o planejamento é fudamenta e deve ser praticado semanalmente e diariamente. Por semana para te permitir ver o todo, o cenário completo e, diariamente para se ter condições de recusar (ou não) atividades que desviem do foco principal.

 

3) Faça pequenas pausas

Entre uma atividade e outra, é essencial dar uma pequena pausa. Já parou para pensar em quantas vezes começamos uma reunião com a cabeça na anterior? Para manter a produtividade nessas situações, o cérebro precisa entender que aquele assunto foi encerrado e que outro surgirá. A mente presente e aberta é mais eficaz para as novas informações que virão. O mindfulness, técnica para priorizar um estado de atenção plena ao momento presente, com abertura e sem reatividade, propõe pausas com os olhos fechados e respiração profunda por alguns segundos.

Deixe seu comentário aqui