Blog

Transição de carreira: segurança e novas experiências
Aprimorha, Carreira

Transição de carreira: segurança e novas experiências

Para muitos, encarar os outros cinco dias úteis da semana é sinônimo de desânimo e abatimento. Ao mesmo tempo, quando se pensa em migrar de carreira, uma lista de dúvidas e inseguranças surgem na mente do profissional. Hoje, no entanto, é possível planejar uma transição segura e próspera no mercado de trabalho que possa, acima de tudo, trazer motivação, satisfação e sucesso. A Aprimorha desenvolveu um método que analisa o perfil do candidato para, depois, orientá-lo durante a migração.

Por que mudar?

Alguns dos motivos que levam profissionais à transição de carreira são: falta de valorização no ambiente de trabalho atual, ausência de um propósito ou até discordância dos valores da empresa que atua. Porém, mudar a área de atuação pode acontecer, também, de forma harmônica. Ou seja, o profissional pode identificar áreas correlatas, que abrem portas para novas funções. Leia o depoimento de três colaboradoras da Aprimorha, que migraram da área de RH para a consultoria de carreira.

 

Leticia Rolim

Consultora de Carreira e Jobhunter

Leticia Rolim

“Sou formada em Administração pela Unesp e RH sempre foi minha principal área de interesse. Iniciei minha carreira no SENAI como suporte à Escola de Araraquara, no atendimento aos alunos, professores e empresas, e lá foi meu primeiro contato com R&S. Em seguida trabalhei no departamento de Treinamento e Marketing da Goodyear no suporte da elaboração e execução dos treinamentos de Revendedores e da plataforma e-learning para América Latina. Pouco depois, atuei na área de Remuneração na Raízen, com processos de cargos e salários, pesquisas salariais e trilha de carreira. Cheguei na Aprimorha como possível cliente por indicação do meu cunhado, um dos primeiros clientes do projeto de Outplacement. Trabalhava como tradutora de artigos farmacêuticos e buscava uma oportunidade para voltar ao mercado como Analista de RH. Nessa primeira conversa fui convidada a participar do processo seletivo e hoje tenho sete meses de empresa e muito orgulho de fazer parte deste time”

O QUE DO RH CONTRIBUI PARA SEU TRABALHO COMO CONSULTORA DE CARREIRA?

“Conhecer todos os subsistemas de RH, as estruturas de cargos e salários de empresas de diferentes tamanhos e a dinâmica dos processos seletivos”

Aline Morais

Consultora de Carreira e Jobhunter

Consultora de Carreira
Aline Morais

“Tenho 20 anos de experiência em empresas. Comecei a trabalhar aos 14 anos como menor aprendiz e aos 18 anos iniciei a faculdade e já no primeiro dia de aula entrei como estagiária numa grande rede de comércio varejista e lá atuei em diversas áreas por sete anos, dentre elas, exerci uma atividade na função de coordenadora de equipes comerciais, que estava relacionada a Treinamento e Desenvolvimento e Recrutamento e Seleção, foi quando defini que gostaria de atuar na área de Recursos Humanos. Na sequência, fiz a transição para um grande grupo educacional nacional na função de gestora administrativa de uma filial e de professora universitária de cursos de graduação, sendo promovida para atuar na matriz deste grupo como Consultora Interna de RH, lá fiquei por quase cinco anos. Posteriormente, atuei em uma grande multinacional por quatro anos na função de Supervisora de RH e Business Partner, decidi então migrar para consultoria na área de desenvolvimento humano e com coaching e mentoria de carreira, assumindo, também, a função de professora de pós-graduação na mesma área. Por fim, no início de 2019, vim fazer parte do time da Aprimorha, enxerguei uma oportunidade de estender os meus conhecimentos neste segmento e contribuir com o negócio através de minha visão de RH.

O QUE DO RH CONTRIBUI PARA SEU TRABALHO COMO CONSULTORA DE CARREIRA?

“O RH contribui para uma visão sobre uma trajetória de carreira e de que forma pode ser construída de forma sólida e consistente; abrange o entendimento sobre a importância do relacionamento com profissionais de diversos níveis hierárquicos e da manutenção destes contatos; o conhecimento da leitura de jobs descriptions e de requisitos técnicos para análise das compatibilidades de perfis frente as vagas; a visão crítica e avaliativa do recrutador, para orientação de como o profissional poderá se comportar, mais adequadamente, nas abordagens das vagas e nas entrevistas e a validação do poder de uma indicação profissional, a partir de uma defesa bem feita e da, consequente, confiança gerada por parte do RH/Head Hunter/Decisor”.

Lismara Tavares de Paula

Consultora de Carreira e Jobhunter

“Comecei minha vida profissional já na consultoria de carreira. Sou formada em Comunicação e fiz uma especialização sobre Desenvolvimento do Potencial Humano para Executivos, que era meu público na época. Cai de paraquedas em RH, me apaixonei, busquei o conhecimento e me especializei. Tive a oportunidade de atuar em recrutamento dentro da IBM, em uma empresa terceirizada. Depois, coordenei um centro de treinamento na Bosch com foco totalmente diferente. Em seguida, atuei como BP em uma das maiores empresas educacionais do país, atendendo clientes internos de todos os subsistemas. Voltei a fazer o que gostava de uma maneira mais profunda com a proposta de trabalhar os profissionais em momento de transição: elaboração de CV, preparação de entrevista, LinkedIn. Ter vivido em todos os subsistemas da área me consolidou e me deixou com uma bagagem mais sólida para atuar no desenvolvimento de profissionais”.

O QUE DO RH CONTRIBUI PARA SEU TRABALHO COMO CONSULTORA DE CARREIRA?

“O RH me ajuda a entender o outro lado, a necessidade de fechar uma vaga, de ter um bom profissional, de saber vendê-lo aos gestores e de ajudá-lo a se posicionar melhor para fazer com que o superior entenda a experiência dele. Quando temos esse lado de experiência, nós conseguimos ajudar a formular uma boa entrevista e fechar a oportunidade”.

 

Dica: A Aprimorha ajuda o profissional a realizar a transição de carreira ou áreas de forma planejada e segura. 

Deixe seu comentário aqui